Terreno à Venda

Terreno À Venda Em Condomínio Jardim Flamboyan Com 600 Metros, Excelente Localização Em Bragança Paulista/ Sp - Sp - Te0005_hcoret

Anunciado há 4 meses

149900 reais
600 m² totais
Anúncio finalizado

Informação do vendedor

Venda

    Tempo vendendo no Mercado Livre

    3 anos

Ver propriedades

    Código da propriedade

    TE0005_HCORET

Dicas de segurança

  • A partir de Mercado Libre, não te pediremos senhas, PIN nem códigos de verificação por WhatsApp, telefone, SMS ou e-mail.

  • Verifique se o imóvel existe e desconfie caso digam que precisam vendê-lo ou alugá-lo com urgência.

  • Confira o remetente dos e-mails para ter certeza de que foi enviado por Mercado Libre.

  • Peça o máximo de informações possíveis sobre o imóvel, bem como fotos e/ou vídeos para comprovar sua veracidade.

  • Suspeite se o valor te parecer muito baixo.

  • Não use serviços de pagamento anônimo para pagar, reservar ou antecipar dinheiro antes de ter visto o imóvel.

Localização

Rua Vicente Manoel Aricó, Bragança Paulista, São Paulo

Características

Área total600 m²
AcessoTerra
Valor do condomínio350

Descrição

Belíssimo terreno em condomínio pronto para construir a casa dos seus sonhos, conta com segurança 24 horas, portaria e portão eletrônico e toda infraestrutura de um condomínio padrão.

A região conta com escolas, supermercados, farmácia entre outros comércios além de serviços públicos e etc...

A região em que se situa Bragança é parte integrante do Planalto Atlântico (Serra da Mantiqueira), fronteira com o Estado de Minas Gerais e São Paulo. A sua posição geográfica é privilegiada. Fica no meio do triângulo formado pelo Vale do Paraíba, a cidade de São Paulo e Campinas/Jundiaí.
O clima dominante é subtropical. Classificado como sendo um clima úmido mesotermal, com estação seca no inverno. A vegetação bragantina, no passado, se apresentava com 3 tipos básicos : mata atlântica, cerrados e floresta subtropical. Atualmente, restam apenas vestígios destas vegetações primárias, sendo composta, em parte, por formações arbóreas secundárias.
O relevo de Bragança pode ser esquematizado da seguinte maneira:
a ) bossas cristálias - denominadas popularmente por serras ou picos. Altitude entre metros. Suporta pastagens, pecuária extensiva e cafezais decadentes, embora a predominância caiba aos pastos;
b) áreas amorreadas - denominadas de outeiros mamelonares (forma de meia laranja). Altitude em média de 900 metros. Ocupada por café, cultura de subsistência (milho) e culturas comerciais (tomate e batata inglesa);
c) várzeas quaternárias, que representam as planícies. Altitudes entre 750 e 900 metros. Ocupadas pela rizicultura (arroz) e horticultura.
Trata-se de um relevo acidentado, apresentando grandes contrastes entre seus diversos níveis altimétricos. Entre as serras principais deparam-se à leste (lado de Minas Gerais): Lopo, Morro dos Souzas e o Guaripocaba. Ao sul: Bocaina. Ao norte e nordeste: as serras do Pântano, de Araras e Anhumas.
BACIA HIDROGRÁFICA
Bragança possui 3 ribeirões: Lavapés, Canivete e Toró. A bacia hidrográfica da região é formada pelos rios Jaguari e Jacareí. O rio Jaguari vem do município de Santa Rita de Extrema (Minas Gerais). O rio Jacarei é procedente do bairro de Sete Pontes, divisa com Piracaia, e desemboca no Rio Jaguari, próximo ao bairro de Guaripocaba. Essas águas formam hoje a Represa Jaguari-Jacarei, integrante do sistema Cantareira, com área de 50 quilômetros quadrados.
Rodovias de Acesso
Rodovia Fernão Dias: (BR 381) acesso a São Paulo e Belo Horizonte
Rodovia Capitão Barduíno: (SP 08) acesso a Pedra Bela, Pinhalzinho e Socorro
Rodovia Benevenutto Moretto: (SP 65) acesso a Tuiuti e Amparo
Rodovia Alkindar M Junqueira: (SP 63) acesso a Itatiba
Rodovia Padre Aldo Bolini: acesso à Piracaia
Variante João Hermenegildo Oliveira (Guaripocaba) : acesso a Rodovia Fernão Dias (Vargem)
Variante Farmacêutico Francisco de Toledo Leme (Taboão) acesso a Rodovia Fernão Dias

A Região Bragantina compreende 16 cidades: Bragança, Amparo, Atibaia, Águas de Lindóia, Bom Jesus dos Perdões, Joanópolis, Lindóia, Monte Alegre do Sul, Nazaré Paulista, Piracaia, Pedra Bela, Pinhalzinho, Serra Negra, Socorro, Tuiuti e Vargem.
No Estado de São Paulo, atualmente, 70 municípios são classificados como estância, pois oferecem condições de lazer, recreação, recursos naturais e culturais específicos. Além disso, a cidade também tem de ter infra-estrutura e serviços direcionados ao turismo, seguindo legislação específica e pré-requisitos para qualificação.
Bragança possui 44 bairros na zona rural: Água Comprida, Araras, Atibaianos, Bacci, Baronesa, Barreiro, Biriçá, Boa Vista, Bocaina, Bom Retiro, Caetanos, Caeté, Campinho, Campo Novo, Cardosos, Correias, Couto, Curitibanos, Estiva do Agudo, Fazenda Velha, Felix, Guaripocaba, Mãe dos Homens, Menin, Modestos, Morro do Agudo, Morro Grande, Morro Grande da Boa Vista, Morro Verde, Mourão, Palmeiras, Pereiras, Pico, Rio Abaixo, Rio das Pedras, Santa Cristina, Santa Rosa, Santana, Serrinha, Sete Barras, Sete Pontes, Souzas, Uberaba e Usina.
Uma das regiões mais belas do Brasil. Lugar de rios, lagos, represas, cachoeiras e matas preservadas. Classificado como um dos melhores climas do mundo. Com paisagens exuberantes e um povo que gosta de receber. Este é o Circuito Entre Serras e Águas, destino do interior paulista, próximo à capital, visitado por milhares de turistas anualmente, que levam daqui experiências de lazer, diversão e ótimas histórias.
O Circuito é composto pelas 12 cidades do ARC&VB Atibaia, Bom Jesus dos Perdões, Bragança Paulista, Jarinu, Joanópolis, Mairiporã, Nazaré Paulista, Pedra Bela, Pinhalzinho, Piracaia, Tuiuti e Vargem mais o município de Guarulhos. Pedaços do paraíso encravados entre as serras de São Paulo, as cidades do Circuito misturam riquezas naturais, patrimônio histórico e arquitetônico, gastronomia e cultura popular. Tudo para encantar o visitante, que, dizem, quando vem uma vez, sempre quer voltar.
Suas serras são um convite à aventura. Caminhadas, trilhas, escaladas, cavalgadas, contemplação são apenas algumas das opções que os visitantes têm para entrar em contato com a natureza, respirar ar puro e desbravar os quatro cantos dessa região tão rica. As águas do circuito são responsáveis pelo abastecimento de 60% da região metropolitana de São Paulo. E esta importância vai além, pois é nessas águas que moradores e turistas buscam lazer e aventura.
Em 1798 depois de elevada a vila com o nome de Nova Bragança a dita freguesia, é eleito por pelouro o 1.º juiz ordinário e de órfãos Sargento-mor Antonio Leme da Silva, natural de Mogi-Guaçu.

Em 24 de outubro de 1856, a vila se emancipa de Atibaia recebendo o nome de Bragança.


Igreja da Matriz de Bragança Paulista em 1949
Em 30 de novembro de 1944, para diferenciar-se da cidade do Pará de mesmo nome, Bragança recebe Paulista no nome e passa a chamar-se Bragança Paulista.

Em 25 de agosto de 1956, quando da instituição do brasão do município, foram gravadas em seu 1º quartel , homenageando os fundadores, as armas da família Pimentel, que são: verde, com cinco vieiras de prata, em santor; bordadura de prata, carregada com oito cruzes póteas de vermelho.

Em função do excelente clima, em 28 de outubro de 1964, Bragança Paulista é elevada a categoria de estância climática.

Em 1991, os distritos de Vargem e Tuiuti se emancipam de Bragança Paulista.

A região bragantina está situada entre as estâncias climáticas conhecidas como Circuito das Águas.
Além dos atrativos históricos e naturais, uma infraestrutura completa está à espera do turista. Hotéis, bares, restaurantes, lojas, espaços para eventos e muito mais.
Vem Viver essa experiência!!!

O VALOR DESTE IMOVEL E PARA COMPRA A VISTA, ENTRE EM CONTATO PARA CONSULTAR NOSSOS VALORES PARA FINANCIAMENTO

Entre em contato:

Anderson Mascarenhas
CRECI 214844-F
Whatsapp: 0
e-mail: andersonmascarenhas@creci.org.br