Sala comercial à Aluguel

Comercial - Ref: 36435

Anunciado há 10 meses

10000 reais
506 m² úteis
7 banheiros

Informação do vendedor

Aluguel

    Tempo vendendo no Mercado Livre

    5 anos


    Código da propriedade

    36435

Dicas de segurança

  • A partir de Mercado Libre, não te pediremos senhas, PIN nem códigos de verificação por WhatsApp, telefone, SMS ou e-mail.

  • Verifique se o imóvel existe e desconfie caso digam que precisam vendê-lo ou alugá-lo com urgência.

  • Confira o remetente dos e-mails para ter certeza de que foi enviado por Mercado Libre.

  • Peça o máximo de informações possíveis sobre o imóvel, bem como fotos e/ou vídeos para comprovar sua veracidade.

  • Suspeite se o valor te parecer muito baixo.

  • Não use serviços de pagamento anônimo para pagar, reservar ou antecipar dinheiro antes de ter visto o imóvel.

Localização

R Oratório, Bangú, Santo André, São Paulo

Características

Área total506 m²
Área útil506 m²
Banheiros7

Descrição

Prédio comercial com 03 vagas cobertas no recúo + 13 vagas dewcobertas no estacionamento. Aproximadamente 447m² de área útil total, com um salão 220 m² no piso térreo + 04 salas no 1º andar com 220 m² total. Próximo a UFABC. Agende sua visita! Origem e resgate histórico Alguns bairros nascem por vários fatores, desde aquisições ou heranças de terras, por parte de algumas famílias, fatos históricos, mudanças na cidade, a urbanização, ou mesmo, a chegada da industrialização. No início do século 20, por volta de 1910, Bangu vivenciou essa realidade. O bairro de Santo André, no caso, é fruto dos processos industriais na região, assim como outros bairros da cidade (Santa Teresinha e São Pedro), que compartilham origens similares. Por volta de 1919, um marco seria fundamental para o surgimento de Bangu, com a instalação da Rhodia Química do Brasil, do grupo Sovay. Como surgiu o nome? Em linhas gerais, o nome Bangu era um apelido dado bairro, que até então era chamado de Vila São Pedro. Com o tempo, o então apelido, de fato, acabou se tornando a denominação original. Além disso, é importante ressaltar que a palavra Bangu é também o nome do maior cordão de Carnaval da cidade, que foi constituído pelos operários do matadouro da família Martinelli, grupo composto em sua maioria por cariocas que moravam na região. O dado é citado na tese de Iberê Luiz di Tizio, apresentada à Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (USP). Primeiros moradores e habitação Em Bangu, as primeiras povoações surgiram por meio dos operários que trabalhavam na área industrial nos arredores, no início do século 20, mesmo que timidamente, já que o povoamento aconteceria com ênfase nos anos 30. Pode-se considerar que nessa fase, as áreas foram povoadas nas proximidades da estação de trem e o rio Tamanduateí. Os primeiros habitantes do bairro vieram de cidades do interior do Estado de São Paulo. O objetivo principal dessas populações era a busca por renda e prosperidade, bem como, oportunidades de trabalho na lavoura. A indústria em crescimento nessa época também atraía as atenções. E as vagas aumentaram significativamente nas fábricas localizadas nas proximidades. Loteamentos no bairro É importante ressaltar que Bangu se originou por meio de loteamentos ao longo de área próxima ao rio Tamanduateí que incluíam os bairros da Estação, Vila Nelsom, Jardim do Carmo e Parque Central. Esses lotes surgiram a partir dos anos 10, do século passado. E como citado anteriormente, a instalação da Rhodia foi importante quanto ao ensaio de urbanização na região e também representou um dos primeiros registros urbanos e de ocupação territorial de Bangu. Dados atuais De acordo com informações do Anuário 2015 elaborado pela Prefeitura de Santo André, com base em 2014, a população do bairro Bangu é estimada em mais de 4.290 pessoas. No caso, 2... *** Vide referências em www.colonia.com.br/referencias/bairros